CURIOSIDADES DO FUTEBOL – ESCUDOS DE CLUBES CATARINENSES

OS ESTRANHOS ESCUDOS DO FUTEBOL BARRIGA VERDE

Em se tratando de futebol, a identidade visual é fator primordial. As cores, o uniforme, o pavilhão: tudo é montado em cima do escudo do clube. Então, a imagem deve ser escolhida com cuidado, já que representará a agremiação e toda a sua legião de torcedores. Certo?

CERTO! Então supomos que todos os escudos de futebol são de bom gosto, afinal, deve existir um grande estudo por trás de sua criação. Certo?

ERRADO. O futebol é um esporte antigo. Os primeiros clubes do país criaram seus escudos em épocas remotas, e os conceitos de design totalmente diferentes. É bem verdade que alguns clubes evoluíram e seus escudos também, mas, nem tanto. Então é normal que vejamos por aí algumas aberrações. O escudo do Araguaína/TO, por exemplo, tem a cara de um BOI zebu.

Mas eu não tenho pretensão de falar de todos os escudos do Brasil. Vou restringir para os clubes catarinenses, primordialmente dos clubes que estiveram na elite em 2012 (abraço pro Brusque e pro Marcílio Dias).

Bom, o que eu tenho a dizer previamente: NÃO SE OFENDAM E LEVEM NA BRINCADEIRA. Nem o meu time do coração vai escapar da corneta. Então, leiam, e tentem sorrir, se encontrarem graça.

Começamos por ordem alfabética.


Atlético de Ibirama (ou Clube Atlético Hermann Aichinger):

Vamos começar pela cor. Cor de goiabada? De fígado? É a tal desgraça da cor indefinida. “Então, quais as cores do teu clube?” – Ah, é grená e branco. – “Grená, igual do Caixas gaúcho?” – Não, um pouco mais claro.  – “Bom, então não é grená” – É, quase isso, é um goiabada puxado pro vinho.

Pela madrugada né meu. Futebol é um esporte criado para o universo masculino, e homem só enxerga as cores básicas. Time que usa tonalidades e derivações não tem muito respeito.

O escudo, em si, é simples, usando o padrão batido, estilo distintivo de polícia/delegado, usado por Atlético Mineiro, por exemplo. A diferença está no topo, onde o designer teve a “JENIAL” idéia de fazer pequenas montanhas pontiagudas.

O interior, chamado por mim de miolo, segue o mesmo padrão criativo do contexto, com letras sobrepostas formando uma espécie de diagrama, fórmula usada com sucesso por Flamengo e Internacional/RS. Só que o criador, ao invés de usar uma fonte bonita, me joga o C e o A em comic sans. E o grande lance: depois de terminar a montagem, o cara se esqueceu de mencionar o “HERMANN AICHINGER.” – e meteu as letrinhas HA dentro da letra A (Inception Feelings). Um diagrama de extremo bom gosto, que resultou na sigla CAHA.

CAHAIO meu.

E até agora queria entender as estrelinhas em cima do escudo. Uma delas é azul. Será que é porque eles ganharam do Avaí?


Avaí Futebol Clube:

Padrão distintivo de delegado, com alterações. O contorno é o mesmo, só muda o recheio e o topo, seguindo o padrão do Atlético CAHA, Atlético Mineiro, Sport recife, etc.

Ainda não descobri se eles queriam imitar o Arsenal da Inglaterra, porque o formato é praticamente o mesmo. Eu disse: Só o formato do escudo. SÓ O FORMATO DO ESCUDO.

A cor é boa, azul, cor primária, nada de derivações. Ponto positivo. É uma cor que se a torcida for uniformizada em campo, vai se destacar. O problema é a torcida ir a campo. Uniformizada. Com camisa do Avaí.

O miolo é simples, com listras verticais.  A menção ao clube também é simples e objetiva, com o nome e nada mais.

Dizem que o presidente, carinhosamente chamado pela torcida azurra de ZUZU, queria inserir uma raquete de tênis no miolo do escudo, homenageando o torcedor símbolo Guga Kuerten. Porém, a idéia foi recusada pelos conselheiros. Dizem, eu não afirmo nem confirmo.

Pela simplicidade, merece créditos. Mas não é um escudo que se destaque na multidão pela beleza. A estrela no topo é uma lembrança da conquista da Rolland Garros pelo Guga série C de 98, até agora, o maior título de Florianópolis no futebol.


Brusque Futebol Clube:

Já falei pra vocês do padrão distintivo de delegado? Acho que sim né? Bom, vamos pular essa parte, que é uma infeliz coincidência (os três primeiros escudos da lista são neste padrão). O designer do escudo do Bruscão estava muito inspirado, com vontade de dar pulinhos e gritinhos saltitantes, por um mundo colorido e super fashion. Então juntou amarelo TIRÍCIA, Vermelho menstrual e Verde Espinafre, resultando em uma combinação altamente harmoniosa e agradável para se observar, desde que você tenha visão monocromática.

Um fato que me perturba muito é que eles tem todas estas cores, mas o uniforme é sempre branco. Vai entender. De certo é porque a soma de todas as cores do arco-íris é a cor branca. Nesse ano de 2012, na fantástica campanha do rebaixamento, o Brusque utilizou um uniforme amarelo, mas tão amarelo, que pareciam garrafas cachaça curtida no butiá dentro de campo.

A disposição de informações no miolo é simples, mas confusa. O 1987 ficou na vertical, onde aquele que vê pela primeira vez tem que se concentrar para conseguir ler.  No mais, o Brusque, campeão catarinense de 92, adotou uma estrela vermelha no escudo. Porquê? Sei lá. Ainda bem que não inventaram de colocar rosa, senão lá vai mais uma cor pro carnaval.


Camboriú Futebol Clube

Balneário Camboriú F.C.

Até que enfim, saímos do padrão distintivo de delegado e entramos na seção “relógio de parede da vovó”, que consiste em uma elipse ligeiramente apertada na cintura, ou achatada nas laterais, como queiram, formato largamente usado em clubes italianos, como Milan e Juventus. Deve ser porque tem o formato de uma peça de queijo.

Padrão “relógio de parede da vovó”.

A cor verde, beleza. Não é primária, mas é uma derivação de cores secundária bem aceita no mundo futebolístico, afinal, o gramado é verde, verde é bambu, bola na rede, meu…deixa pra lá.

Agora, meteram um contraste cor de abobrinha/diarréia de recém nascido ali que ficou o “Ó”. Porra, alaranjado só a Holanda e só toleramos por conta do carrossel holandês de 1974. Clube de futebol cor de fanta, não é tolerado pelo mundo futebolístico ortodoxo.

No miolo, as informações, que são o ano de fundação e o nome do clube. Aí vocês dizem “ai que burro, dá zero pra ele, esqueceu de colocar o Balneário ali”. Em verdade vos digo: o time é da cidade de Camboriú. Balneário Camboriú não tem time de futebol.

Uma coisa interessante que acabei de perceber: existe um INCEPTION também neste escudo. Tem uma elipse, que possui outra elipse dentro, e depois um círculo,  depois, adivinhem só? É ELE! O DISTINTIVO DO DELEGADO!

Devem ter copiado do Ibirama né, aquele lance de colocar o HA dentro do A, coisa e tal. INCEPTIONAIS estes criadores.

Espero não deparar mais com o distintivo de delegado.


Associação Chapecoense de Futebol

Associação Pachecoense de Futebór

Em primeiro lugar, tenho que reclamar. Foi difícil achar o escudo com as 4 estrelas heim? Tive que tirar print do site oficial. Assim vocês matam o blogueiro.

Um dos escudos menos feios mais bacanas do estado. É simples na essência, mas com diferenciais que deixaram diferente do padrão bolacha maria (Grêmio).  Talvez, à primeira vista, lhe pareça uma bandeja de alface com palmitos no meio, mas não. É o escudo da Chapecoense.

Talvez lhe ocorra estar olhando uma cuia pela perspectiva aérea, mas não. É o escudo da Chapecoense.

A cor é o verde, que já mencionei, a única cor secundária aceita no futebol. O “verdão do oeste” pode usar muito bem a cor em seu favor, já que o atacante pode se camuflar deitado dentro da área sem ser notado pelo adversário.

As 4 estrelas são dos títulos gaúchos catarinenses do clube.


Criciúma Esporte Clube

Criciúma, Crisciuma, Cresciuma, Crissiuma EC.

“E aí blogueiro, quero ver falar mal do teu time agora, seu clubista!”

Não pensem vocês que vou poupar a mente criativa por trás deste escudo.

Ah, mas os meus amigos torcedores do Tigre dirão: “É um escudo original, único no país, com cores contrastantes que fazem a camisa do Criciúma nacionalmente conhecida até pelos mais leigos no futebol”.

“Além do que, o escudo é uma homenagem ao monumento às etnias no Paço Municipal. Modernidade pura.”

Monumento aos trampolins às Etnias – Criciúma/SC

“Ah, e também é o escudo que tem as três estrelas mais importantes do futebol catarinense.”

“Não é cópia de distintivo de delegado, nem de relógio de parede, nem nada disso”.

Eu sei, eu sei. Sei que nosso escudo é o mais bonito, original, vitorioso. Mas eu prometi aos amiguinhos sofredores, que torcem para outros clubes, que não seria clubista. Então vou aqui fazer uma revelação bombástica: o escudo do Criciúma, na verdade, é uma cópia não só de um, mas de DOIS escudos.

“Como assim amg?” – pensam os tricolores.

Oras bolas, eu falo e provo com uma imagem ilustrativa. Ao invés de explicar, prefiro desenhar, daí os mais lerdos entendem logo de primeira. Lá vai:

Desmascarei Altair Guidi. Não contavam com minha astúcia, ou com minhas túcias.

Pois é. O escudo do Criciúma é uma junção de São Paulo Futebol Clube com Atlético Goianiense.

Durmam com um barulho desses agora.


Figueirense Futebol Clube

Figayrense Football Club

Adentramos, então, em um novo padrão de escudos. Após conhecermos o distintivo de delegado e suas variações, e o relógio de parede da vovó, conhecemos agora o padrão “maiô de gorda”. Mas porque isso? Oras, vejam vocês mesmos:

Musa da praia do cagão.

O Santos Futebol Clube também usa o padrão acima. Tem outros clubes, vocês podem googlar e descobrir. O maiô de gorda é um padrão que os clubes adoram.

O escudo tem listras diagonais com miolo preenchido pelo símbolo do clube, a Figueira, com as letras iniciais da agremiação “Figueirense Futebol Clube”. Apesar da cor verde na parte central, o clube utiliza uniformes alvinegros, e é assim que a torcida se auto-denomina: alvinegra.

Os avaianos podem dizer que o escudo do Figueirense parece um brócolis na cadeia, mas não, eu nem vou mencionar isso.

Os avaianos também poderiam dizer que este vegetal ali no miolo do escudo não está nem perto de parecer uma figueira, que tem cara de ser brócolis, alface, bonsai, rabinho de poodle ou um catarro. Mas eu também não vou mencionar isso, afinal, a rivalidade é deles e eu não me meto nisso.

A falta de estrelas no escudo atesta a virginidade ausência de títulos nacionais conquistados pelo clube.


Joinville Esporte Clube

Juvenille Esporte Clube/Balé e Coelhinho da Páscoa.

Se auto-denominando tricolor, o time do Joinville possui um escudo criativo. Antigamente, o escudo era só aquele círculo com as letras JEC. Posteriormente, deram uma “encorpada” e acrescentaram elementos para tentar enriquecer a imagem. De que forma fizeram: colocaram o escudo antigo sobreposto ao contorno do escudo do São Paulo Futebol Clube.

Quanto às cores, tudo certo. Apesar de existirem trocentos clubes com esta combinação, o que tira a originalidade, acrescenta em tradição.

Agora, acrescentar o mascote dentro do escudo é uma mania que não entendo (vide Araguaína, que a torcida chama de “tourão do norte”). Esse coelho aí saltitante aí ficou voando em cima do 1976, de forma que dá a impressão que “estamos saltitando pelos campos atrás de cenourinhas desde 76.” NÓÓFA.

Vale ressaltar que o escudo do JEC é uma cópia descarada do brasão do **INACREDITÁVEL FUTEBOL CLUBE.

Joinville Inacreditável Futebol Clube

**Inacreditável Futebol Clube é um segmento do Globo Esporte/Esporte Espetacular que mostra os gols perdidos mais inacreditáveis.

Que coisa feia JEC, copiando assim na cara dura. O Criciúma pelo menos disfarçou quando copiou o escudo do SPFC e do Atlético Goianiense.

A propósito, o clube colocou recentemente uma estrela dourada acima do escudo, pela conquista da Série C. Parabéns pela inestimável conquista reconhecida em nível mundial nacional estadual municipal.


Clube Náutico Marcílio Dias

Clube Náutico Marcelo Dias

Pô, o primeiro clube que eu vou elogiar o escudo, de verdade, mas ninguém vai ligar porque o Marcílio Dias quase não tem torcida. Sacanagem.

Clube Almirante Barroso Marcílio Dias, que teve origem nos torneios de regata, está na bela cidade portuária de Itajaí, com vocação total para atividades marítimas, motivo pelo qual não entendo porque o Marcílio foi se meter no futebol. Por isso que só se dá mal. Devia ter ficado no remo.

O escudo é bem legal. A âncora, os dois remos e a corrente, sem frescura, com cores que contrastam bem e quase lembram o Barcelona. Eu disse AS CORES.

Acima, percebemos uma estrela dourada, que faz menção ao título estadual conquistado por decreto do Delfim em 1963.

Ano que vem, o Marcílio disputará novamente a divisão de acesso catarinense. Eu já falei: volta pras regatas que é lucro.


Clube Atlético Metropolitano

Clube AtléticoVirginianoMetropolitano

Olha, infelizmente vou ter que sacanear este escudo em vários níveis, o que faço a contragosto porque gosto de Blumenau. Primeiro: fui procurar o escudo pra colocar aqui, e achei 1500 escudos em versões diferentes. O erro já começa por aí, ficar mudando de escudo todo ano não é legal.

Outra coisa, mudaram tanto o escudo e acabaram parando em uma cópia. Gente, é sério. Se eu sou da Juventus da Itália, meto uma ação judicial por plágio. Tentaram disfarçar mudando algumas coisas, mas quem entende um pouco de futebol vai lembrar imediatamente da semelhança.

Juventus/Italia

Mas tudo bem. Tirando o fato da cópia, até que não ficou tão mal. Mas que mantenham o escudo agora e parem de trocar. A propósito, o Metropolitano lança umas camisas que são bem legais. Nunca vi camisa feia do Metropolitano.

O Metropolitano não conquistou nenhum título oficial no futebol profissional, o que lhe credencia como a Ponte Preta catarinense explica a ausência de estrelas.

***Obs.: Logicamente que tudo foi brincadeira. Aliás, se algum de vocês quiser contribuir com a origem verdadeira do escudo de seu clube do coração, ou mencionar uma fonte para que eu possa pesquisar, pode ser que eu faça um post informativo sobre os mesmos clubes: seus escudos, evoluções e origem.

FONTE DA MATÉRIA:
http://enderecoinvalido.wordpress.com

Anúncios
Esse post foi publicado em CURIOSIDADES e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para CURIOSIDADES DO FUTEBOL – ESCUDOS DE CLUBES CATARINENSES

  1. Alex Escale disse:

    Show!!!, Vc podia fazer postagens sobre os escudos dos principais clubes do Brasil. E para a página não ficar muuuito extensa, vc podia fazer uma página dos clubes de cada série (A, B C, D, n, x, y, z…). Parabens!

  2. DESDE QUADO O JEC É COPIA DO INACREDITAVEL FUTEBOL CLUBE???

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s