HISTÓRIAS DO FUTEBOL – ELMO BÓVIO, O MELHOR DA MALANDRAGEM ARGENTINA

O fiel representante da antiga “malandragem” argentina no futebol…

Desde quando se introduziu o futebol no Brasil, já tivemos figuras muito interessantes no futebol, como por exemplo, Elmo Bóvio. Centro-avante argentino, catimbeiro como ele só. Abusando de seu físico avantajado, sempre deslocava os goleiros nas cobranças de escanteio. Jogou no Palmeiras e no São Paulo e uma de suas passagens mais curiosas deu-se num jogo São Paulo x Portuguesa em 1953. O goleiro da Lusa era uma rapaz com físico de halterofilista, chamado Lindolfo – que tinha um autocontrole muito forte e não estava caindo na catimba do Bóvio que, por sua vez, já estava incomodado com aquilo, pois nada irritava Lindolfo que, também bem dotado fisicamente, não se deixava deslocar em nenhuma jogada de área. Não aguentando mais o “pouco caso”, Bóvio teve uma idéia brilhante e disse a um companheiro que iria acabar com a pose de “aquello bonitchinho”. No primeiro escanteio, colocou-se atrás do goleiro e na hora que o mesmo tomava impulso para o pulo, enfiou um dedo no… digamos… ponto crítico posterior. Calculem o susto e a bronca do Lindolfo, que era super assediado pelo público feminino. Virou-se e quase nocauteou o atrevido.

Resultado: apesar de ter perdido um dente, o argentino ficou felicíssimo, pois tirou o goleiro do jogo e conseguiu virar o placar que era desfavorável ao São Paulo. Não se esqueçam que naqueles idos não havia substituição e a Portuguesa teve que improvisar um jogador de linha para o gol.

Conheça um pouco sobre ele:

Bovio, que nasceu em Junin, uma província de Buenos Aires(Argentina) em 1925, jogou pela primeira vez em um clube profissional no Sarmiento de Junín, clube tradicional da cidade em que ele nasceu. Bovio era conhecido pela sua qualidade técnica e, ao mesmo tempo, indiscutível competência para marcar gols.

Depois de se firmar no futebol argentino, teve a oportunidade de jogar em um clube muito grande de um país vizinho. O jogador foi contratado pelo Penãrol do Uruguai. Teve passagens também(como já foi ditoa anteriormente) pelo São Paulo e pelo Palmeiras. Passou também pelo Bangu AC do Rio de Janeiro, onde jogou ao lado de Zezinho e por um grande clube da Europa, Internazionale(ou Inter de Milão) da Itália.

Dono de indefectíveis bigodes, Bovio foi o principal destaque do Palmeiras em duas conquistas muitos importantes: a do Campeonato Paulista/47 e a do Título Honorário de Campeão do Brasil/48. Para quem não sabe, o tal título honorário foi disputado poucas vezes e reuniu sempre o campeão paulista e o campeão carioca do ano anterior. A média de gols que Bovio obteve atuando pelo Palmeiras é bastante expressiva: 0.78 por jogo que disputou. E o detalhe mais interessante é que nem sempre ele era o comandante do ataque do time. Em várias partidas, cedeu sua posição a Lima, o “Garoto de Ouro”, e jogou um pouco mais recuado, na meia direita.

Após uma mal-sucedida excursão à Europa, no fim de 1949, Bovio se desentendeu com a diretoria e foi negociado com o São Paulo. Foi terrível, pois as contratações que a equipe fez para substituir o antigo titular não deram certo – os centroavantes Abelardo, Ieso Amalfi e Washington não renderam o que deles se esperava.

Depois disso foi comprado pelo América de Cali, e no fim de seu contrato voltou para sua cidade natal. Um ano depois disso encerrou sua carreira como jogador de futebol.

Abraços:
Paulinho – PC

 

Anúncios
Esse post foi publicado em CRÔNICAS, CURIOSIDADES, HISTÓRIAS DO FUTEBOL. Bookmark o link permanente.

3 respostas para HISTÓRIAS DO FUTEBOL – ELMO BÓVIO, O MELHOR DA MALANDRAGEM ARGENTINA

  1. jailto disse:

    Nos Pernas-de-Paus também acontece esse tipo de coisa?

  2. sandro marcelo disse:

    Como jah disseram, esse tipo de coisa chamada de “katimba” tem em todo lugar, principalmente aqui no Brasil… O futebol, por incrível que pareça, “eh da malandragem” e da “esperteza”. Estes (malandros e espertos) levam boa vantagem nesse esporte… kkkkkk. Na boa, olhando de um ângulo em questão e dentro das regras, podemos dizer tipo Maradona, Sheik, Marcelinho Carioca, Pelé tb tinha, Serginho Chulapa, entre outros. Sem a tal característica, “ninguém” chega!!! Abraço a todos, qq hora passo pra conhecê-los!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s